14 de novembro de 2010

Miriam Makeba - Pata Pata (1967)

Dia 10 de novembro, completou dois anos que Miriam Makeba sofreu um ataque cardíaco e faleceu, aos 76 anos de idade,  após o término de um show que fazia na Itália, onde homenageava o amigo e escritor Roberto Saviano, ameaçado de morte pela máfia napolitana.


Durante toda sua vida, Miriam Makeba, lutou contra as injustiças sociais do seus pais e do resto mundo, se tornando uma das mais célebres ativistas e guerrilheiras dos direitos humanos, porém pagou um preço alto por isso...



Nascida em Joanesburgo, na África do Sul, Makeba  começou sua carreira musical nos anos 50, participando da banda  Manhattan Brothers e logo depois formou seu próprio grupo, o Skylarks, integrado somente por mulheres, onde misturava jazz com música tradicional sul-africana.

No final dos anos 50 participou do documentário antiapartheid, "Come Back África", um dos primeiros filmes a retratar o horror da segregação racial pro resto do mundo , sendo convidada por seu diretor,  a apresentá-lo na Europa, onde aproveitou o sucesso do filme pra se lançar como cantora.

Tentou voltar a África em 1960, pro funeral da sua mãe, porém sua entrada foi negada e depois de testemunhar no Comitê das Nações Unidas sobre as dificuldades que o povo negro enfrentava por lá, foi expatriada e viveu 31 anos longe de sua terra natal, só retornando ao pais em 1990, a pedido de Nelson Mandela aproveitando para fundar um centro de reabilitação para adolescentes.


Voltando aos anos 60, em Londres conheceu o ator Harry Belafonte, que foi o responsável por sua entrada no mercado americano, onde gravou vários discos de sucesso, ganhou prêmios e se consagrou como cantora.

Seu primeiro marido foi o trompetista Hugh Masekela e posteriormente uniu-se ao líder do movimento Black Power e porta voz dos Panteras Negras, Stokely Carmichael, arrumando problemas na certa,  desta vez perdeu contratos de gravações e os dois foram considerados 'persona non grata' no país e resolveram morar na Guiné de onde só saiu após a morte da sua filha em 1985.



Abaixo o disco de 1967, que traz seu maior clássico que da  nome ao álbum, Pata Pata


01. Pata Pata
02. Ha Po Zamani
03. What is Love
04. Maria Fulo
05. Yetentu Tizaleny
06. Click Song Number 1
07. Ring Bell, Ring Bell
08. Jol'inkomo
09. West Wind
10. Saduva
11. A Piece of Ground
12. Malayisha

2 comentários:

Chica Chica disse...

http://hotfile.com/dl/82448484/31fcbf4/Miriam_MAKEBA_-_Pata_Pata.zip.html

Bill disse...

Thanks for the share!